A Amazon está realizando esta semana, em Las Vegas, uma conferência focada em Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina. E um dos destaques até agora foi a apresentação de um novo modelo de drone que a empresa pretende usar para realizar entregas. Essa linha de aparelhos foi batizada de Prime Air. Nessa última versão, o drone traz câmeras termais, radares e câmeras de profundidade – e todas as informações captadas por elas são tratadas por um sistema de inteligência artificial que, ao final, consegue controlar o drone à distância.

Segundo a Amazon, o novo modelo já alcançou os mesmos patamares de segurança de aviões comerciais – conseguindo evitar colisões até mesmo com as cordinhas dos varais domésticos. As hélices do drone ganharam uma carenagem, que impede qualquer acidente envolvendo pessoas que se aproximem do aparelho. A demonstração despertou entusiasmo na plateia, mas a Amazon ainda não tem uma data para a entrada em operação do drone. A empresa ainda aguarda liberações da FAA – a agência de aviação federal dos Estados Unidos. E, nesse quesito, a empresa de Jeff Bezos está bem atrás do Google, que já começou operações piloto de seus drones Wing na Austrália, por exemplo.

publicidade