EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Polícia Federal (PF) tem encontrado dificuldade para ter acesso aos celulares do ministro Sergio Moro, do procurador Deltan Dallagnol e de outras autoridades envolvidas no vazamento de conversas divulgado pelo The Intercept. Segundo os investigadores, eles não querem entregar seus telefones para a avaliação dos peritos.

A alternativa, nesses casos, é a realização de um “espelhamento” dos aparelhos. Embora a eficácia da técnica não seja a mesma de uma análise completa no dispositivo, por meio dela, é possível extrair boa parte dos dados necessários para a investigação.

publicidade

Via: O Globo