EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Conhecida por seus vídeos de game streaming, Gabi Cattuzzo, ex-embaixadora da Razer Brasil, e sua família estão sendo vítimas de ameaças de morte na internet.

Tudo começou na última sexta-feira, (21/6), depois da influenciadora ter respondido ofensas que recebeu quando postou uma foto em cima de um touro mecânico. 

publicidade

Um dos comentários dizia: “pode montar em mim à vontade”. Irritada, a gamer respondeu: “Sempre vai ter um macho f*dido para falar m*rda e sexualizar mulher até quando a mulher tá fazendo uma piada, né?” e, em seguida, “É por isso que homem é lixo”.

A resposta de Gabi dividiu opiniões em diversos chans, fóruns e grupos de Facebook. E foi a partir daí que a gamer passou a receber ameaças de morte. Ela printou algumas delas e postou na sua conta no Twitter.

Ontem, 24, a discussão foi para outro âmbito. A Razer, marca especializada em acessórios para games, rompeu o patrocínio com a influencer por causa da resposta da mesma. Um posicionamento da marca estava sendo cobrado por internautas e usuários de seus produtos. 

“A Razer Brasil reforça que a opinião dos seus influenciadores não representa ou reflete, necessariamente, a opinião da empresa, que é totalmente contrária a qualquer tipo de discriminação (…) ou qualquer tipo de intolerância e extremismo”, reiterou a empresa. Ainda, foi informado que o contrato de Gabi Cattuzzo com a marca expira em alguns dias, e não será renovado”, diz a nota da empresa publicada nas redes sociais.

Gabi pediu desculpas no Twitter pela declaração, mas manteve o argumento de que apenas de defendeu de frases ofensivas e degradantes. “Esta é a minha última declaração sobre o assunto, espero que tenha sido esclarecedora aos que ainda tenham alguma dúvida”. Ela fecha o tweet com “Tenham todos uma excelente semana”.