Na era da internet das coisas e da inteligência artificial, montadoras de carros e empresas de mobilidade apostam cada vez mais em pesquisa e testes de veículos autônomos. A Intel, e mais dez líderes do setor de tecnologia automotiva como Audi e BMW, lançaram o primeiro documento para regulamentar esses veículos. O relatório propõe 12 princípios de segurança que todos os carros autônomos devem seguir. As normas tratam sobre como a indústria deve monitorar e reportar padrões de segurança ao construir e operar carros autônomos. Isso inclui: operação segura, domínio de design operacional, responsabilidade do usuário, interdependência entre o operador do veículo e o sistema automatizado, avaliação de segurança, registro de dados, segurança passiva e avaliação do comportamento no trânsito.

publicidade