Diversos tuítes feitos nesta última terça-feira (23), dão a entender que John McAfee foi preso por autoridades norte-americanas.  

Através da conta de McAfee no Twitter, seu gerente de campanha Rob Benedicto, disse que dados escondidos por McAfee serão revelados ao mundo caso ele permaneça detido.

publicidade

McAfee é fundador de uma das maiores empresas de antivírus do mercado e, em 2012, fugiu após ser acudaso de envolvimento em um assassinato em Belize. Ele nega. 

Na semana passada, o milionário tuitou que seu único crime “é não declarar impostos” e que as outras acusações contra ele são “propaganda do governo dos EUA para me silenciar”.

Benedicto publicou “tenho boas razões para suspeitar que John McAfee, @themrsmcafee e outros companheiros foram detidos pelas autoridades em seu último porto de escala”.

Em entrevista ao portal CNET, Rob disse que não tem mais informações sobre a detenção e que estão “empregando todos os recursos possíveis para localizá-lo e garantir sua libertação”.

No dia 19 de julho, McAfee tuitou que a CIA (Central Intelligence Agency) “tentou me pegar”. “Estamos no mar agora e mandaremos notícias em breve. Ficarei offline pelos próximos dias”.

Dia 22 de julho, McAfee usou novamente a rede social para falar sobre o clima no mar. “Chegando no porto. Tudo está bem. Estarei de volta em breve”.

McAfee fugiu dos Estados Unidos no começo do ano, alegando que foi acusado de evasão fiscal, embora tenha admitido que não pagou imposto durante oito anos. Ao mesmo tempo, ele prometeu liderar sua campanha libertária em um navio em águas internacionais.

Fonte: Criptonizando