EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Nasa, e toda sua exploração em Marte, promete atingir um grande marco em 2020. A agência espacial norte-americana vem desenvolvendo robôs para serem enviados para a missão há alguns anos e, agora divulgou seu novo modelo, o Valkyrie – um modelo humanoide que pode se tornar ferramenta essencial para ajudar na construção de uma base no Planeta Vermelho. 

Valkyrie é um robô humanoide semi-autônomo com cerca de 1,80m que pesa 136kg  e que foi projetado com o objetivo final de ajudar os humanos a colonizar Marte. Após passar por uma série de testes, a Nasa tornou o robô resistente aos terrenos rochosos, graças à sua potência hidráulica. Ele também tem habilidades para mapear seu próprio caminho com segurança.

publicidade

O Valkyrie lembra o Homem de Ferro, só que com um círculo brilhante no peito marcando seu status. Dentro da placa transparente de infravermelho, um sensor LIDAR o ajuda a identificar objetos e obstáculos nos arredores. O robô tem cérebro duplo – dois computadores turbinados com processarores Intel iCore i7 controlam a infinidade de sensores. Embora o Valkyrie tenha sido testado com um cabo de alimentação, ele está preparado para funcionar cerca de uma hora usando sua bateria interna.

Câmeras e sensores não faltam no robô: existe uma câmera SL Multisense em sua cabeça, que combina laser e visão 3D, e câmeras extras olhando para frente e para trás de seu torso. Os 38 sensores em cada mão com três dedos mantêm a facilidade dos movimentos.

publicidade

Robôs baseados no espaço desenvolvidos no passado, como o Curiosity, Opportunity e Spirit, até agora confiaram nas rodas para se movimentar. No entanto, replicar a capacidade dos humanos de andar é, um objetivo da robótica que quase foi alcançado com Valkyrie, e que talvez com mais alguns testes se torne algo possível.

Via: Mashable