EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Um estudo recente que analisou meia tonelada de neve da Antártida identificou resíduos extraterrestres que provavelmente caíram do Espaço após a morte de uma estrela. Segundo o grupo de cientistas austríacos e alemães responsável pela pesquisa, a poeira teria vindo de uma explosão estelar, conhecida também como supernova“.

Em entrevista à rede CNN, o astrofísico nuclear Dominik Koll disse que os detritos viajaram “bilhões de bilhões de quilômetros pelo espaço e têm milhões de anos”. A descoberta foi divulgada em um artigo na revista “Physical Review Letters”, no dia 12 de agosto.

publicidade

A Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa) explica que uma supernova acontece quando uma estrela massiva perde combustível para continuar queimando. Ao esfriar, a pressão interna da estrela consequentemente cai. Ao mesmo tempo, a gravidade diminui e a estrela entra então em colapso. “Imagine algo que tem um milhão de vezes a massa da Terra colapsar em 15 segundos”, explica a Nasa.

Esse tipo explosão emite uma enorme quantidade de poeira e de gás que, no caso, teria espalhado resíduos pelo Espaço que agora foram encontrados na superfície terrestre. “A Terra é constantemente bombardeada com poeira extraterrestre, contendo informação de valor imenso sobre os processos extraterrestres”, diz o estudo.

Os pesquisadores acreditam que os resíduos tenham chegado à Terra em algum momento nos últimos 20 milhões de anos. 

publicidade

Fonte: G1