Uso de simulador deixa de ser obrigatório para tirar a CNH

Quem for tirar a CNH a partir de agora não precisará mais fazer aulas no simulador a partir desta segunda-feira (16). A decisão de eliminar a obrigatoriedade do uso do equipamento, que agora é facultativo, havia sido divulgada em junho pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) com previsão de entrar em vigor após três meses.

O fim da exigência das aulas com o simulador também fazem com que o número de horas-aula obrigatórias também caia. Com isso, agora só são obrigatórias 20 horas de curso, que é o mesmo tempo exigido antes da adoção do equipamento. Até então, eram necessárias 25 horas, sendo cinco delas dedicadas ao simulador.

A expectativa do governo com a medida é tornar o simplificar o processo de tirar a CNH e, potencialmente, torna-lo mais barato. Sem a exigência do simulador, a expectativa é que os custos podem cair em até 15%, segundo estimativa do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em junho.

Na ocasião do anúncio do fim da obrigatoriedade do simulador, o ministro havia alegado que o equipamento não tinha eficácia comprovada e que em outros países ao redor do mundo não existe tal obrigatoriedade, “mesmo em países com excelentes níveis de segurança no trânsito”.

Esta post foi modificado pela última vez em 16 de setembro de 2019 23:40

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Renato Santino