Nesta segunda-feira (21), começou a 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Com o tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”, o evento vai até dia 27 deste mês. Ao todo, os eventos preparados para a semana acontecerão em 278 municípios, em 23 estados e no Distrito Federal.

Uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com secretarias da área nos estados e municípios, juntamente com universidades, escolas e instituições de pesquisa, o objetivo é popularizar esse tipo de conhecimento, muito restrito aos acadêmicos, para os cidadãos. 

publicidade

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A cada ano, um assunto é escolhido, de forma a orientar as atividades e voltar a atenção para problemas relacionados. De acordo com o MCTIC, o tema desta edição foi escolhido para incentivar o desenvolvimento sustentável em diversos campos, como saúde, agronomia e biotecnologia industrial.

Até domingo (27), mais de cinco mil atividades serão promovidas por 172 instituições. Em Brasília, foi montada a “Avenida da Ciência”, na região central da cidade. 180 expositores vão apresentar a ciência de diversas formas, como veículos e laboratórios, nos mais de 21 mil metros quadrados disponíveis. Além disso, também serão oferecidas aulas e palestras sobre diveros temas, tais como robótica e construção de foguetes.

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério decidiu expandir as atividades da semana, e o mês de outubro foi determinado pelo Governo Federal como o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, celebração que será realizada, a partir de agora, pelo Executivo. A definição será realizada “em breve”, de acordo com o MCTIC, por meio de decreto a ser publicado pela Presidência da República.

“O evento é importante para divulgar a ciência e tecnologia para que as pessoas percebam que a tecnologia participa do dia-a-dia de todas as atividades e também motivar os jovens para as carreiras de ciência e tecnologia”, frisou o ministro Marcos Pontes. Equipamentos das Forças Armadas também estarão em exposição, como tanques, e um caça da Força Aérea, bem como estúdios de rádio e televisão, além de outras atrações.

Via: Agência Brasil/Portal EBC