EnglishPortugueseSpanish

O Facebook, em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV) anunciaram na última terça-feira (22) o lançamento de um bot no Messenger, que pretende ajudar a obter informações e direcionar o atendimento na prevenção ao suicídio.

O objetivo da tecnologia, chamada de “Sala de Espera do CVV”, não é fornecer atendimento de fato, mas sim, direcionar quem precisa para os principais modos de atendimento do CVV, como o telefone 188 – que não tem custo de ligação – o chat no site ou e-mail. A ferramenta também vai tirar dúvidas sobre como fazer doações ou até se tornar um voluntário.

publicidade

Ao ser detectada uma publicação que indica que determinada pessoa está passando por momentos difíceis, a seguinte mesagem será enviada:

Reprodução

 

A porta-voz e voluntária do CVV, Elaine Macedo, afirma que o Centro “sempre buscou de forma contemporânea utilizar as novas tecnologias em equilíbrio com o atendimento humano que possibilite um encontro entre pessoas, para acolher de maneira eficiente aqueles que buscam por ajuda. Há 57 anos, quando o CVV foi fundado, o telefone era uma tecnologia para poucos, e já era um meio utilizado pela entidade”.

publicidade

Ela reforça que a ideia da ferramenta não é substituir terapia ou auxílio médico, mas ser um “amigo provisório”, que poderá ter um ouvido atento durante a conversa.

A gerente de Programas de Bem-Estar do Facebook na América Latina, Daniele Kleiner, afirma que a rede social monitora o tema há dez anos e consegue detectar termos como ‘dor da alma’, ‘tristeza’ ou ‘quero me matar’. A empresa tem uma série de protocolos a seguir após o rastreamento mas, no nível mais grave de pretensão de suicídio, socorristas locais são acionados pela rede social.

Segundo o Facebook, só no ano passado, 3.500 pessoas em risco de suicídio foram atendidas por equipes locais de socorristas em todo o mundo.