EnglishPortugueseSpanish

Um grupo de cientistas reclassificou o asteroide Hygiea como um planeta anão após observá-lo mais nitidamente e chegar à conclusão de que ele se enquadrava em todos os requisitos da categoria. Com isso, o objeto recebeu o título de menor planeta anão do Sistema Solar.

Os astrônomos utilizaram o instrumento SPHERE, do Observatório Europeu do Sul no Very Large Telescope (VLT) para observar o Hygiea. Com base no que viram, decidiram alocar o objeto na categoria de planeta anão. 

publicidade

Para ser classificado como tal, um corpo celeste deve atender a quatro requisitos: deve ser esférico, orbitar o sol, não pode ser uma lua e não deve ter “limpado” a vizinhança ao seu redor, pois o configuraria como um planeta normal. Os astrônomos já sabiam que o Hygiea atendia os três últimos requisitos, e os novos dados coletados do VLT confirmaram o primeiro. 

“Graças à capacidade exclusiva do SPHERE no VLT, que é um dos sistemas de imagem mais poderosos do mundo, podemos chegar a uma conclusão sobre o formato do Hygiea, que acaba sendo quase esférico”, afirmou o pesquisador Pierre Vernazza. “Devido a essas imagens, Hygiea pode ser reclassificado como um planeta anão, até agora o menor do Sistema Solar”. 

Fonte: Futurism

publicidade