EnglishPortugueseSpanish

O Google está liberado sua tecnologia Cardboard, usada em visores de realidade virtual de baixo custo, sob uma licença Open Source. Com isso a empresa espera dar sobrevida a uma plataforma com 15 milhões de unidades entregues em todo o mundo.

O Cardboard, como diz o nome, é um visor VR extremamente simples feito com uma caixa de papelão e duas lentes, usadas para focar a imagem da tela de um smartphone colocado atrás delas. O projeto foi anunciado pelo Google em 2014, e em 2016 a empresa apresentou um sucessor mais avançado, o DayDream, que foi abandonado recentemente.

publicidade

Com o projeto Open Source os desenvolvedores terão acesso a bibliotecas para permitir a criação de apps compatíveis com o Cardboard tanto para o Android quanto para o iOS, incluindo APIs para detecção de movimentos da cabeça, gerenciamento de entrada e correção de distorções causadas pelas lentes.

Embora não esteja mais mantendo ativamente o projeto, o Google promete contribuir com uma SDK para a popular engine de jogos Unity, que facilitará a criação de apps. Código e documentação estão disponíveis sob a licença Apache no GitHub.

Fonte: Android Central