EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Drones estão sendo usados para proteger animais de maus-tratos em Santa Catarina. A tecnologia proporciona mais eficiência aos fiscais no combate a esse tipo de crime.

Durante os voos do aparelho é possível confirmar os atos de agressão, e ao mesmo tempo gravar as imagens que depois servem de prova em processos contra os agressores.

publicidade

Em 2019, a diretoria de Bem-Estar Animal, da Prefeitura de Florianópolis, já fez 780 atuações por maus tratos contra animais. Além de pagar multa, que costuma variar entre R$ 500 e R$ 3 mil, o dono precisa melhorar a estrutura do ambiente para continuar com o animal. 

Mesmo pagando a multa, o agressor não deixa de responder na Justiça. Todo flagrante feito pelos fiscais é encaminhado para a polícia. Em casos em que o animal precisa receber algum tipo de tratamento veterinário, eles ganham uma sessão de fotos depois de recuperados.

As imagens vão para as redes sociais, com uma galeria para atrair quem pensa em adotar um bichinho.

Via: G1

publicidade