Titulares de linhas pré-pagas têm até o dia 18, próxima segunda-feira, para atualizarem seus dados cadastrais. Caso o contrário, terão suas linhas bloqueadas. A ação vale para moradores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Segundo a Anatel, menos de 1% das linhas pré-pagas dessas regiões apresentam alguma pendência.

Esta é a última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago. O objetivo é garantir uma base cadastral atualizada, para evitar fraudes e ampliar a segurança dos consumidores.

publicidade

O Projeto Cadastro Pré-Pago foi dividido em três partes. A primeira é a atualização cadastral até dia 18, por meio de uma campanha e notificação para aqueles que estão com cadastro desatualizado, sob pena de bloqueio caso não realizem a atualização. Esta etapa foi subdividida em três etapas, separando por regiões para facilitar o controle.

A segunda e a terceira parte do projeto vão se iniciar em 2020. Será disponibilizado um Portal de Consultas de Linha por CPF, previsto para 6 de janeiro, no qual serão realizadas outras medidas para melhorar os procedimentos para habilitar novos chips.

Quem tiver sua linha pré-paga bloqueada vai poder atualizar seus dados cadastrais junto à sua operadora. Devem ser informados nome completo e endereço com CEP. Pessoa física deverá informar o número do CPF e pessoa jurídica, o CNPJ. Além disso, poderão ser pedidas informações adicionais para validar o cadastro.