A Amazon anunciou nesta segunda-feira (25) um novo recurso com o intuito de ajudar clientes a treinarem seus modelos de aprendizado de máquina a reconhecerem objetos únicos. A criação, chamada de “Amazon Rekognition Custom Labels”, visa facilitar o reconhecimento de um determinado item a partir de um conjunto de dados limitados. 

Modelos de aprendizado de máquina, normalmente, precisam trabalhar com grandes conjuntos de dados para aprender a distinguir os objetos, como uma foto de um cachorro em oposição a imagens de outros animais, por exemplo. Logo, os rótulos personalizados do Amazon Rekognition ensinam um algoritmo específico para objetos singulares, sem precisar de enormes quantidades de informações para fazer comparações. 

publicidade

“Em vez de precisar treinar um modelo a partir do zero, o que exige conhecimento especializado em aprendizado de máquina e milhões de imagens rotuladas de alta qualidade, os clientes agora podem usar o Amazon Rekognition Custom Labels para obter desempenho de ponta para suas necessidades exclusivas de análise de imagem”, explicou a empresa. 

A Amazon enfrentou algumas críticas da ACLU e dos acionistas por vender a ferramenta às autoridades policiais no passado, que tinham como intenção identificar rostos de possíveis criminosos. No entanto, o recurso, ao que tudo indica, possui a finalidade de deixar as tarefas dos clientes mais simples e satisfatórias. O Amazon Rekognition será lançado no dia 3 de dezembro, durante a semana da AWS Re: Invent, conferência de clientes da empresa que ocorrerá em Las Vegas. 

 

Via: TechCrunch