EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Todo mundo já ouviu falar que a Lua possui um lado escuro, que nunca é iluminado pela luz do Sol. Porém, um ex-cientista da Nasa, James O’Donoghue, mostrou que essa afirmação não é verdadeira.

O’Donoghue, que atualmente trabalha na Agência Espacial Japonesa, fez uma animação para mostrar porque, apesar de apenas um lado da Lua ser visto da Terra, o outro também receber luz em algum momento. “Lembre-se de não dizer ‘lado escuro da lua’ ao se referir ao ‘lado mais distante da lua’”, disse o cientista.

publicidade

O vídeo abaixo mostra como a luz solar cai sobre a lua enquanto orbita a Terra. Em uma órbita de 29,5 dias, todos os lados da lua são banhados pela luz em algum momento.

O vídeo mostra a visão da Terra à medida que a Lua passa por suas fases, da cheia à nova. No canto inferior direito, a animação também exibe a luz solar caindo sobre a Lua enquanto ela gira.

Portanto, metade da Lua está sempre na escuridão, mas essa parte escura está sempre se movendo. Não há lado permanentemente escuro. “Você ainda pode dizer que o lado escuro da lua é uma coisa real”, disse O´Donoghue no Twitter, destacando que o melhor termo seria “lado noturno”.

publicidade

O vídeo abaixo mostra a visão do hemisfério sul da Terra.

O´Donoghue criou uma série de animações como essas no ano passado. O primeiro foi uma sobre os anéis de Saturno. Depois fez uma série de vídeos sobre conceitos espaciais difíceis de entender, como a velocidade lenta da luz em casos específicos. “Minhas animações foram feitas para mostrar o mais instantaneamente possível todo o contexto do que estou tentando transmitir”, afirmou o cientista.

Via: Business Insider