A Xiaomi lançou oficialmente o seu aplicativo de crédito pessoal Mi Credit na última terça-feira (3), na Índia. O app oferece um limite de até 1 milhão INR, equivalente a pouco mais de R$ 5.800. O lançamento marca a expansão do seu portfólio de serviços financeiros na região.

O aplicativo é um mercado online para credores e conta com o apoio de cinco empresas financeiras não bancárias e de FinTech, como a Aditya Birla Finance Limited, a Money View, a EarlySalary, a Zestmoney e a CreditVidya. Além disso, a Xiaomi se juntou com a Experian para fornecer um relatório de pontuação de crédito gratuito no Mi Credit.

publicidade

Atualmente, o aplicativo está disponível em 10 estados e suporta até 1.500 códigos pin. A empresa planeja expandir o serviço para todos os códigos até março de 2020. O Mi Credit estará pré-carregado nos celulares com o MIUI OS.

Segundo a empresa, as plataformas financeiras baseadas em aplicativos permitem que a Xiaomi e seus parceiros forneçam ao usuário uma experiência digital completa, sem papel envolvido no processo. Isso também se estende ao processo de upload de documentos para vinculação à conta bancária.

A empresa chinesa vê uma grande oportunidade em serviços de crédito ao consumidor na Índia. Hong Feng, vice-presidente sênior e cofundador, afirmou que o setor pode crescer 1 trilhão de dólares até 2023, e que seus aplicativos podem revolucionar a indústria de FinTech no país.

Por fim, Manu Kumar Jain, diretor administrativo da Xiaomi na Índia, afirmou que todos os dados armazenados dos usuários são criptografados no próprio país, utilizando o serviço de nuvem da Amazon.

Via: Gizmochina