O bilionário Elon Musk acredita não ter tanto dinheiro quanto as pessoas estimam. Ao menos é o que disse em um testemunho nesta quarta-feira (4). Durante uma seção do processo que enfrenta por difamação, o advogado de defesa do acusador questionou Musk sobre seu patrimônio líquido. O bilionário afirmou possuir ações da Tesla e SpaceX, mas “não ter tanto dinheiro quanto as pessoas pensam”. Ele declarou possuir U$ 20 bilhões. 

O empresário enfrenta um processo na Justiça por chamar o explorador, Vernon Unsworth, de pedófilo, depois de alguns atritos entre os dois em 2018. A briga começou após um time infantil de futebol ficar preso em uma caverna tailandesa em julho do ano passado. O bilionário, após saber sobre o caso, ofereceu um submarino ao explorador de cavernas para ajudar no resgate dos jovens.

publicidade

No entanto, Unsworth ironizou a atitude do CEO e chegou a dizer para ele “enfiar o submarino naquele lugar”. Para o explorador de 64 anos, as ações benevolentes se tratavam de uma estratégia de relações públicas, e o veículo aquático nunca foi usado. Foi então que Musk recorreu ao Twitter para ofender o adversário. Ele disse à corte que só fez o comentário depois de ler a entrevista desrespeitosa. 

O empresário ainda comunicou que a expressão “pedófilo” não é pejorativa, e comumente usada na África do Sul, onde cresceu, além de constatar que não acreditava, de fato, que Unsworth cometia este crime. No entanto, o explorador disse que se sentiu “humilhado, envergonhado e sujo”.

“Desde o primeiro dia (da ofensa), recebi uma sentença de prisão perpétua sem liberdade condicional. Dói falar sobre isso”, disse o acusado de pedofilia. Caso o tribunal decida a sentença a favor de Unsworth, estima-se que Musk terá de pagar US$ 75 mil por difamação e pelas consequências de sua afirmação. 

A quantia esperada parece não agradar muito o advogado de Unsworth. L. Lin Wood afirmou que espera tirar US$ 190 milhões do bilionário pelos danos causados ao seu cliente. Ele disse que isso seria um “tapa no pulso” do empresário, já que seu tuíte afetou o emprego, perspectivas e relacionamentos futuros do seu cliente. 

Para Wood, ao menos US$ 150 milhões do pagamento seriam danos punitivos ao filantropo por “ter jogado uma bomba nuclear em Vernon Unsworth”. Musk ainda poderá recorrer caso o juri o considere culpado e ele achar o valor determinado injusto. 

Via: CNET