A Nasa tem as melhores “vistas”. O satélite “Terra”, que observa o clima, avistou uma espetacular formação de nuvens no dia 28 de novembro, quando uma tempestade de inverno estava se desenvolvendo nos EUA.

A visão do satélite passa a impressão que alguém branqueou um arco-íris gigante e o esticou de Nebraska até a região dos Grandes Lagos, conjunto de cinco lagos situado entre o Canadá e os EUA. A Nasa destacou a formação de nuvens na útima quinta-feira (5) como sua “imagem do dia” no Observatório da Terra.

publicidade

Reprodução

A elegante linha curva é formada por nuvens de cirros moldadas por uma corrente de jato, que é um intenso sub-fluxo de ventos dobrados em uma corrente de jato e uma corrente de ar em movimento rápido, na atmosfera superior. 

A Nasa disse que essas listras são “importantes para a formação de tempestades de inverno porque estão associadas ao aumento do ar, que pode provocar esssas nuvens”.

Essas correntes podem ser difíceis de detectar com um satélite, por isso, esse registro da formação de nuvens é tão raro. A “vista” rivaliza com algumas das melhores imagens captadas pela Nasa.

Via: Cnet