Acabou nesta quinta-feira, o prazo para cadastramento biométrico para votar nas eleições de 2020 em 319 cidades do estado de São Paulo. Quem não fez o cadastro terá o título cancelado e não vai poder votar no pleito municipal. Com o título cancelado, o eleitor também fica impossibilitado de emitir passaporte e carteira de identidade. Além de não conseguir se matricular em instituições de ensino e, se trabalhar no serviço público, terá o salário bloqueado.

Para a capital paulista e região metropolitana, o cadastramento será gradativo e não obrigatório, por enquanto. O Tribunal Superior Eleitoral pretende finalizar o cadastro biométrico de todos os eleitores dessas regiões até 2022.

publicidade