EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A empresa de bem-estar sexual Lora DiCarlo provavelmente não pretendia mudar a CES para sempre, mas foi isso que fez com seu massageador pessoal em 2019. A empresa teve um prêmio de inovação revogado e foi banida da feira no último ano, mas teve sucesso em um lobby para que dispositivos para saúde sexual fossem permitidos na CES 2020. A empresa também teve seu prêmio recuperado nesse processo. Agora, finalmente conseguiu mostrar seu massageador Osé e surpreendeu.

O equipamento foge da tradicional vibração e tenta imitar o toque humano, estimulando mais de um ponto de excitação da mulher ao mesmo tempo. A empresa acrescentou uma bola interna que se move para frente e para trás no eixo, além de um mecanismo de sucção.

publicidade

A velocidade da esfera pode ser ajustada, tanto na velocidade quanto na amplitude, através de botões na parte inferior do dispositivo. O eixo pode se curvar para se ajustar a qualquer pessoa. A sucção do estimulador também pode ter sua intensidade ajustada.

Durante a CES 2019, a Lora DiCarlo ganhou inicialmente o prêmio de inovação na categoria drones e robótica. Porém, logo no início da convenção, a empresa divulgou que a Associação de Tecnologia do Consumidor pegou a premiação citando uma regra que produtos “imorais, obscenos, indecentes, profanos ou que não condizem com a imagem da CTA serão desclassificados”. Depois a Associação voltou atrás na justifica e apenas falou que o produto não se enquadrava na categoria robótica e drones.

-> CES 2020: o que esperar da maior feira de tecnologia do mundo
-> 7 tecnologias para acompanhar de perto na CES 2020
-> 7 produtos mais estranhos para serem vistos na CES 2020

De qualquer forma, a empresa foi à mídia expor a falta de entendimento e interesse da indústria tecnológica em tecnologia de saúde sexual. Isso levou à uma manifestação online contra a CTA, que levou a Associação a reestabelecer o prêmio e se comprometer em permitir a tecnologia sexual na feira de 2020 na categoria saúde e bem-estar, desde que o produto seja considerado “inovador e inclua tecnologia nova ou emergente”.

publicidade

Além de exibir o Osé, a Lora DiCarlo anunciou mais dois produtos, o Onda e o Baci, que são as duas funcionalidades do primeiro, mas separadas. A empresa não será a única do setor de tecnologia sexual na CES 2020 e diz que vendeu cerca de 10 mil unidades do Osé durante sua pré-venda.

Via: The Verge