A MacRumors divulgou uma nota de pesquisa, cujos analistas afirmam que os celulares com Android serão equipados com um chip Ultra Wideband, NFC e Secure Element, da NXP Semiconductors, ainda em 2020. Não foi divulgado quais smartphones adotarão as novidades. No entanto, o fato da Samsung ter ingressado em um consórcio com a NXP em 2019, para ajudar no desenvolvimento da tecnologia, levanta algumas suspeitas.

Em um comunicado à imprensa, a NXP disse que o Ultra Wideband oferecerá vários recursos aos dispositivos móveis, como, por exemplo, a capacidade de destrancar as portas de um carro a distância.

publicidade

“Com o SR100T, os dispositivos móveis poderão se comunicar com portas, pontos de entrada e carros para abri-los quando se aproximarem”, disse o NXP em comunicado. “Luzes, alto-falantes de áudio e qualquer outro dispositivo conectado com capacidade de detecção de UWB poderão acompanhar os usuários de uma sala para outra, e a tecnologia conectada inteligente será incorporada na vida das pessoas”.

A distância entre dois dispositivos com Ultra Wideband pode ser medida com precisão, calculando o tempo necessário para uma onda de rádio passar entre os dois aparelhos, com muita mais assertividade do que o Bluetooth LE e o Wi-Fi.

Os iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, no caso, estão equipados com um chip U1, projetado pela Apple, com Ultra Wideband, permitindo que os aparelhos percebam a localização exata de outros dispositivos próximos. No iOS 13, por exemplo, há o recurso direcional AirDrop, que possibilita “apontar” iPhones 11 um para o outro e compartilhar arquivos instantaneamente.

Inclusive, a página oficial da Apple disse que é  “apenas o começo” do que é possível com o Ultra Wideband, acrescentando que “novos recursos incríveis” virão posteriormente.

No ano passado, descobriram-se evidências de que a Apple trabalha em rastreadores, do tipo Tile, no código do iOS 13. As chamadas AirTags também suportam Ultra Wideband, de acordo com o analista Ming-Chi Kuo.

 

Via: MacRumors