EnglishPortugueseSpanish

Coração robótico pode ser esperança para transplantes

Redação 23 de janeiro de 2020

Cientistas holandeses estão trabalhando em um novo coração artificial e afirmam que a invenção poderia acabar com as filas de espera para transplantes.

O equipamento robótico é feito com músculos e sensores artificiais macios, e depois revestido em tecido humano cultivado em laboratório. Os pesquisadores afirmam que pretendem testá-lo em animais em três anos. Os planos para testar em humanos são para 2028.

publicidade

O HybridHeart, como foi chamado, é um dos quatro projetos que foram selecionados pelo financiamento da British Heart Foundation para receber 30 milhões de euros, cerca de 139 milhões de reais. Os outros projetos incluem uma “cura genética” para doenças hereditárias e um mapa que ajuda a detectar e desenvolver imunoterapias contra ataques cardíacos e derrames.