EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, se depender dele, o Brasil não buscará seus cidadãos em locais de risco do coronavírus. Além disso, o presidente alegou que a decisão final será do Congresso, já que envolve os cofres públicos.

“Se não estiver tudo redondinho no Brasil, não vamos buscar ninguém. Se depender do presidente, não vamos buscar ninguém”, afirmou Bolsonaro. Ainda nesta semana, o presidente disse que “não seria oportuno” resgatar uma família brasileira que se encontra isolada nas Filipinas.

publicidade

Ainda segundo Bolsonaro, os resgates poderiam acontecer se fossem liberados recursos, mas que “custa caro um voo desses. Ali, se for fretar um voo é acima de 500 mil dólares o custo. Pode ser pequeno para o tamanho do orçamento brasileiro, mas depende da aprovação do Parlamento. Aí é com eles”. 

A declaração foi apoiada pelo Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que destacou a necessidade de voos com escalas em outros países para buscar os brasileiros na China. “Não temos voo direto. Você sai da China e faz conexão em Paris, Frankfurt…”, completou.

Até agora, o Brasil divulgou 12 casos de suspeita do coronavírus. No mundo, o número de infectados beiram 10 mil e as mortes já chegam a 213.

Via: UOL 

publicidade