O Sunfish, um drone autônomo guiado por inteligência artificial, conseguiu criar um mapa completo da caverna Sopro do Dragão, que fica na Namíbia e tem mais de 200 metros de profundidade. Em vez de usar GPS, rádio ou controles externos, o Sunfish usa um sonar para mapear um espaço – assim como fazem os morcegos.

Os sinais são analisados por um algoritmo de inteligência artificial, que decide qual será o próximo movimento. O dispositivo foi projetado para simular a forma como os humanos tomam decisões ao explorar um espaço desconhecido. O resultado é um mapa tridimensional bastante detalhado do lago. Além da caverna Sopro do Dragão, o drone mapeou também dois outros lagos inexplorados na região: o Lago Guinas, com 132 metros de profundidade, e o Harasib, com mais de 240 metros.

publicidade