EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Nasa conseguiu capturar uma rara imagem aérea de um redemoinho na superfície de Marte, causado por ventos de alta velocidade se movendo pela “empoeirada” superficie do planeta. A foto foi feita pela câmera HiRISE, a bordo do satélite Mars Reconaissance Orbiter (MRO), que desde março de 2006 observa o planeta vermelho.

De acordo com a Universidade do Arizona, que opera a câmera e divulgou a foto, o núcleo do redemoinho tem 50 metros de diâmetro, e a julgar pela sombra projetada no solo ele tem uma altura de 650 metros.

publicidade

Redemoinhos não são incomuns em Marte, mas é raro uma câmera estar “no lugar certo e na hora certa” para registrá-los enquanto ocorrem. Além deles, a superfície de Marte também é castigada por gigantescas tempestades de poeira que podem cobrir áreas imensas.

Em 2018 o robô Oportunity foi vítima de uma destas tempestades, que ocupou uma área de 18 milhões de quilômetros quadrados e impediu que suas baterias fossem recarregadas. Sem energia, o robô congelou devido à temperatura ambiente de -29 ºC, e deixou de funcionar após 15 anos de exploração.

Fonte: Universidade do Arizona

publicidade