EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Por conta do número de pessoas infectadas – mais de 40 mil -, o coronavírus se tornou uma grande ameaça à saúde mundial. A infecção já afetou diversos serviços na China e no mundo. Agora, o surto pode representar um risco para um dos maiores eventos de tecnologia do ano, o Mobile World Congress, que acontece de 24 a 27 de fevereiro, em Barcelona, na Espanha.

Depois de perder alguns grandes expositores por medo de expor seus funcionários ao coronavírus, o Mobile World Congress (MWC) 2020 pode ser definitivamente cancelado. De acordo com o jornal espanhol La Vanguardia, a GSMA, organizadora do evento, vai realizar uma reunião na próxima sexta-feira (14) para determinar se a feira vai mesmo acontecer este ano.

publicidade

A notícia chega depois de várias empresas cancelarem suas participações ou reduzirem a presença no MWC. Dentre os cancelamentos, estão Amazon, LG, Nvidia, SonyVivo, Intel e MediaTek. Enquanto isso, companhias como ZTE e TCL confirmaram que não vão realizar entrevistas coletivas, mas ainda estarão presentes na exposição. A própria Samsung também disse que vai evitar enviar executivos chineses a Barcelona.

A decisão também veio após a GSMA anunciar medidas de saúde e segurança aprimorados para o evento, incluindo a proibição de pessoas que viajam da província de Huber, centro do surto de coronavírus, além do aumento da limpeza e desinfecção dos estandes durante todo o evento.

Via: Android Authority 

publicidade