EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Nos últimos dois anos, o Google mesclou elementos do Google Play Music no YouTube Music, mas a falta de uma funcionalidade importante vem atrapalhando os usuários: a biblioteca na nuvem, que permite reproduzir músicas carregadas em qualquer lugar. De acordo com duas fontes do 9to5Google, a empresa está testando internamente uma versão beta do YouTube Music que suporta a biblioteca. Um lançamento público da função deve acontecer “mais cedo ou mais tarde”.

Isso pode também representar um dos últimos movimentos antes do encerramento oficial do Google Play Music, com seus usuários sendo solicitados a importar suas coleções dentro de alguns meses. Uma das fontes indicou que o Play Music poderia fechar “completamente” no segundo semestre deste ano.

publicidade

Quando os rumores de transição começaram, esse era um recurso que muitos temiam que não fosse dar certo. Por exemplo, o Amazon Prime Music reprovou essa funcionalidade em seu serviço há alguns anos, deixando muitas pessoas preocupadas com a atitude do Google. Porém, o diretor de música do YouTube, Jay Fowler, observou que as “coleções, listas de reprodução e preferências do usuário serão preservadas”.

publicidade

Há muito tempo o Google dá sinais de que encerrará o Google Play Music, transferindo seus principais recursos para o YouTube Music. Assim que essa transferência for completada, a transição de plataforma deve ser concluída.

Não há garantia, contudo, de que as coisas acontecerão como o relatado pelas fontes. Vale lembrar que o Google originalmente esperava migrar os usuários em 2019, o que não aconteceu – mas seria oportuno se a empresa o fizesse. O YouTube Music e o YouTube Premium têm, combinados, 20 milhões de assinantes. Esse número aumentará significativamente se os arquivos do Google no Play Music forem convertidos, sem mencionar que isso atrairia os possíveis clientes que desejam acessar suas coleções pessoais na outra plataforma.

Via: Engadget