Hackers vazaram informações pessoais de mais de 10,6 milhões de hóspedes que passaram por resorts da MGM antes de 2018. O cantor Justin Bieber, e Jack Dorsey, CEO do Twitter e da empresa de serviços financeiros Square, são alguns dos afetados.

O incidente, apesar de não atual, foi exposto apenas recentemente. Segundo a MGM Resorts, a invasão aconteceu em meados de 2019, quando os hóspedes envolvidos foram notificados. Dados pessoais, como endereços residenciais e números de telefone, além de nomes completos, e-mails e datas de nascimento foram vazados.

publicidade

Reprodução

“No verão passado [dos Estados Unidos], descobrimos o acesso não autorizado a um servidor em nuvem que continha uma quantidade limitada de informações para determinados hóspedes anteriores do MGM Resorts”, declarou a empresa hoteleira.

O vazamento de dados foi confirmado por viajantes a negócios, repórteres em conferências de tecnologia, CEOs em reuniões de negócios e funcionários do governo que viajam para as filiais em Las Vegas, como informou o ZDNet, que apurou a veracidade das informações com os ex-hóspedes.

De acordo com a MGM, nenhum dado financeiro, como números ou senhas de cartões de crédito, foi violado.