EnglishPortugueseSpanish

Cientistas do Karolinska Institutet, na Suécia, fizeram uma pesquisa com todos os tipos de células presentes no ovário humano e descobriram que as células-tronco do óvulo, motivo de muitos debates, na verdade não existem. Os resultados foram publicados na Nature Communications e, de acordo com o EurekAlert, abrem caminho para pesquisas sobre novos e aperfeiçoados métodos de fertilização.

Os pesquisadores usaram a análise de uma célula única para estudar mais de 24 mil outras células coletadas de amostras ovarianas de 21 pacientes. Eles também analisaram células retiradas da medula ovariana, permitindo a criação de um mapa celular completo de um ovário humano.

publicidade

A existência desse tipo de célula-tronco envolve questões relacionadas ao tratamento de fertilidade, principalmente quando consideramos que as células-tronco têm propriedades diferentes das outras células do corpo.

A nova pesquisa corrobora com estudos anteriores feitos em animais, que já haviam concluído que as células-tronco do óvulo dos mesmos não existiam.

“A questão é controversa, já que algumas pesquisas relataram que essas células existem, enquanto outros indicam o contrário”, explicou Fredrik Lanner, pesquisador em obstetrícia e ginecologia do Departamento de Ciência Clínica, Intervenção e Tecnologia do Karolinka Institutet, e um dos autores do estudo.

Via: EurekAlert