EnglishPortugueseSpanish

A professora Débora Garofalo desempenha um papel que vai muito além da sala de aula. Seu projeto “robótica com sucata”, que une a utilização de materiais recicláveis com o desenvolvimento de pequenas máquinas, inspirou não somente seus alunos, mas também outras mulheres que buscam ingressar no mundo da tecnologia.

publicidade

Com o projeto, Débora teve a oportunidade de conscientizar socialmente os alunos. Além disso, ajudou a despertar a curiosidade deles para todas as possibilidades abertas pela tecnologia. E isso com o uso de material que anteriormente era considerado “lixo”, como tampas de garrafa, canudos e rolos de papel higiênico.

O “robótica com sucata” fez que a professora fosse finalista do prêmio Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação. Assim, ela se tornou não apenas a primeira mulher brasileira, mas também a primeira mulher sul-americana a estar entre os 10 melhores professores do mundo.

O projeto foi desenvolvido com estudantes de áreas humildes da cidade de São Paulo. Eles, com auxílio da professora Débora, passaram a ver na sucata uma solução, e não mais um problema.

publicidade