Com os recentes problemas envolvendo o coronavírus, o mercado de smartphones na China foi um dos segmentos mais afetados. Em fevereiro deste ano, estima-se que houve uma queda de 50% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

No entanto, Pan Jiutang, diretor de investimentos da Xiaomi, declarou que os aparelhos mais recentes da empresa, a linha Mi 10, venderam bem, nada muito diferente das 490 mil unidades de iPhone vendidas no mesmo mês no país. Esse número é bastante expressivo, considerando que o aparelho foi lançado há apenas duas semanas.

publicidade

A relação do baixo preço com o alto desempenho deve ser um dos fatores que transformam o Mi 10 em um aparelho bastante popular. Era de se esperar que as vendas seriam promissoras. No início de sua comercialização, a Xiaomi divulgou um comunicado à imprensa informando que o primeiro lote foi esgotado em apenas um minuto.

Por enquanto, esse número se refere apenas aos aparelhos vendidos na China. Entretanto, esse cenário pode mudar em breve, já que a versão global do aparelho deve chegar ao mercado em 27 de março.

Via: GizChina