A Uber está considerando suspender passageiros e motoristas infectados ou que entrarem em contato com o coronavírus. Essa não seria a primeira vez que a empresa toma esse tipo de decisão. Recentemente, centenas de contas no México foram suspensas temporariamente para impedir a propagação do vírus.

O aplicativo informa ainda que possui uma equipe trabalhando 24 horas por dia para apoiar as autoridades de saúde. Segundo a Uber, eles estão suspendendo as contas a pedido dos trabalhadores. “Trabalhando com eles, podemos suspender temporariamente as contas de motoristas que tenham sido contratados ou expostos à Covid-19”, afirmou. “Também estamos consultando um epidemiologista para garantir que nossos esforços como empresa sejam fundamentados em aconselhamento médico”.

publicidade

Além disso, a empresa anunciou que vai pagar até 14 dias de auxílio-doença para os motoristas que se afastarem do trabalho ou tenham a conta suspensa. “Já ajudamos motoristas em algumas áreas afetadas e estamos trabalhando para implementá-lo rapidamente em todo o mundo”, disse.

A Uber também suspendeu passageiros e motoristas com as notícias de novos surtos. Na Inglaterra, um motorista foi suspenso após levar um paciente confirmado com coronavírus ao hospital. Apesar de confirmar a notícia, o aplicativo não forneceu informações de como vai funcionar a remuneração. Alguns motoristas já reclamaram que o apoio financeiro não é suficiente.

Ainda não há confirmação se a mesma política será aplicada também no Brasil.

Via: The Verge