EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi a primeira instituição de ensino superior a suspender suas atividades devido à pandemia de coronavírus. De acordo com informações do G1, uma nota da reitoria publicada nesta quarta-feira (11) estabeleceu a paralisação entre os dias 13 e 29 de março, incluindo os campus de Campinas e Limeira. 

A medida vale para todas as atividades presenciais que levam a aglomeração de pessoas. Serviços essenciais, como a manutenção de hospitais ligados à universidade, serão mantidos. A Unicamp afirma que não há casos suspeitos entre frequentadores da instituição.

publicidade

Até a manhã desta quinta-feira (12), o Brasil registrava 73 casos confirmados e outros 930 suspeitos da Covid-19. Na quarta feira, um estudante de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) foi diagnosticado com a doença. A instituição decidiu não interromper as atividades e suspendeu somente as aulas do Departamento de Geografia naquele dia.

Já a PUC-SP confirmou dois casos de alunos infectados pelo novo coronavírus. Segundo a Folha, a universidade disse em nota que ambos não frequentavam o campus desde o dia 04 de março e a instituição “continua funcionando normalmente, seguindo estritamente a recomendação das autoridades de saúde”.

publicidade

O Ministério da Educação informou que tem orientado as instituições de ensino o reforço nas ações preventivas contra o coronavírus, e que não há recomendação oficial para suspensão das aulas. 

Fonte: G1 / Folha