EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Prefeitura de São Paulo anunciou uma parceria com a Ambev e Gerdau na construção de um hospital para o tratamento de doentes da Covid-19. Com 100 leitos, ele será administrado pelo Hospital Israelita Albert Einstein e será um anexo ao Hospital Municipal M’boi Mirim – Dr. Moysés Deutsch.

O hospital atenderá exclusivamente pelo SUS e será construído em um sistema modular desenvolvido pela empresa Brasil ao Cubo, que permite construir estruturas com até quatro vezes a velocidade de uma construção comum.

publicidade

A Gerdau fornecerá o aço, enquanto a Ambev arcará com os custos de construção, estimados em R$ 10 milhões. A estrutura é permanente e, após o fim da pandemia de Covid-19, será integrada à rede municipal de saúde.

A equipe do Hospital Israelita Albert Einstein terá 200 de seus profissionais deslocados para o novo hospital, que prestará atendimento 24 horas. A construção se iniciou nesta terça-feira (24) e os primeiros 40 leitos ficarão prontos em 20 dias. Até 30 de Abril, todos os 100 leitos estarão prontos.

publicidade

Hospitais de campanha

A demanda gerada pela quantidade de doentes da Covid-19 que requerem atendimento médico tem feito governos de todo o mundo redobrarem seus esforços na construção de hospitais de campanha para receber os pacientes. Dois dois principais exemplos são os hospitais Huoshenshan e Leishenshan, na China, com 1.000 e 1.600 leitos, respectivamente, construídos em uma semana. Em São Paulo, o estádio do Pacaembu está sendo transformado em um hospital de campanha com mais de 200 leitos.

Fonte: Estadão