O CEO da Apple, Tim Cook, postou em sua conta pessoal no Twitter um curto vídeo onde detalha algumas ações que sua empresa está tomando para auxiliar no combate à pandemia de Covid-19. Só nos EUA, mais de 347 mil pessoas foram infectadas pela doença, com mais de 10 mil mortes.

Segundo Cook, graças à sua cadeia de global de fornecedores a Apple já conseguiu um total de 20 milhões de máscaras N95, as mais indicadas para proteção contra o coronavírus. A empresa já havia anunciado a doação de 10 milhões delas a profissionais de saúde nos EUA, e o restante terá o mesmo destino.

publicidade

Além disso, Cook informou que a empresa desenvolveu um modelo de protetor facial que pode ser produzido rapidamente e embalado de forma compacta, com 100 unidades por pacote. O equipamento é fruto de “um esforço de toda a empresa para unir designers de produto, profissionais de operações, equipes de embalagem e nossos fornecedores”.

Cada protetor pode ser montado em apenas 2 minutos, e a matéria-prima e mão de obra vem tanto dos EUA quanto da China. O primeiro lote do equipamento foi doado ao Centro Médico Kaiser Permanente em Santa Clara, na Califórnia. Segundo Cook, a estimativa é que a empresa tenha 1 milhão de unidades dos protetores prontas até o final desta semana, e mais 1 milhão por semana a partir de então.

A Apple não é a única empresa que colocou seus recursos à disposição do combate à Covid-19. A Ford está produzindo protetores faciais e ventiladores mecânicos, e a Tesla demonstrou recentemente um ventilador mecânico feito usando peças de seus carros, como o Model 3 e Model S. Enquanto isso, Bill Gates, através da Bill & Melinda Gates Foundation, está patrocinando o desenvolvimento de sete possíveis vacinas contra o coronavírus causador da doença.

Fonte: 9to5Mac