EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O lançamento do novo satélite militar de navegação GPS dos Estados Unidos, agendado para o final do mês, foi adiado para junho devido à pandemia do novo coronavírus. A operação seria realizada pela SpaceX na Flórida, sob encomenda da Força Espacial – braço das Forças Armadas norte-americanas que assume operações militares no espaço.

Em comunicado, o Centro de Sistemas Espaciais e Mísseis (SMC) da Base Aérea de Los Angeles anunciou que “decidiu reagendar o lançamento do GPS III SV03 (GPS III-3) da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral para minimizar a potencial de exposição do Covid-19 à tripulação de lançamento e operadores de órbita”.

publicidade

O GPS III promete uma precisão três vezes melhor para o sistema de localização e uma proteção contra interferência até oito vezes melhor que seu antecessor. “A atual constelação é saudável e conta com 31 satélites em órbita, permitindo que a equipe faça essa pausa estratégica sem lacunas na cobertura ou capacidade”, afirma o SMC.

A Space Force planeja concluir os próximos três lançamentos dos satélites de GPS ainda em 2020, mas por enquanto está tomando as medidas necessárias para proteger a saúde do pessoal e permitir um rápido retorno à missão. “Como a pandemia da Covid-19 é uma ameaça à segurança nacional, da mesma forma, reagendar o lançamento é do interesse da segurança nacional”, explica o general John Thompson, comandante da SMC.

Nos próximos dias, os funcionários farão alterações de procedimentos e instalações no Centro de Operações para reduzir o número de pessoas no local e apoiar o distanciamento social adequado em meio à pandemia.

No fim de março, a Força Espacial já tinha anunciado a suspensão do lançamento do satélite SAOCOM, também com a SpaceX, por tempo indeterminado devido ao surto do coronavírus. O equipamento seria transportado a bordo de um foguete Falcon 9, que decolaria dia 30 de março da Flórida.

publicidade

Via: Space.com