EnglishPortugueseSpanish

Desde que foi lançado, o Tik Tok tem acumulado admiradores e críticos aos montes. O aplicativo é cercado de polêmicas, principalmente por um possível envolvimento do governo chinês e a falta de seguranças para as crianças. Esse segundo motivo resultou inclusive em processos para a ByteDance, empresa dona do aplicativo.

Agora, pensando em melhorar nesse quesito, o Tik Tok está ampliando o recurso de controle dos pais. Com a atualização, é possível que os responsáveis vinculem as contas das crianças às suas, podendo desativar as mensagens diretas (DMs), ativar a restrição de conteúdo e definir um limite de tempo de uso. Desde fevereiro de 2019, quando pagou US$ 5,7 milhões, cerca de R$ 21,15 milhões na cotação da época, o aplicativo tem feito diversas alterações em seus termos e recursos para cumprir com leis de privacidade infantil.

publicidade

Os pais ainda precisam fazer com que os filhos concordem em vincular as contas, já que é necessário digitalizar um QR Code no aplicativo das crianças. Além disso, é possível que os filhos desativem o recurso a qualquer momento, embora os responsáveis recebam uma notificação quando isso é feito.

Outra novidade implementada pelo Tik Tok nesta quinta-feira (16) é a desativação de DMs para usuários menores de 16 anos, a fim de diminuir as chances de crimes relacionados ao abuso de crianças.

Via: The Verge