EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Google liberou mais uma atualização prévia do Android 11. É a terceira versão Preview do sistema operacional, voltada para desenvolvedores que precisam se adaptar às mudanças antes do lançamento oficial. Com o update, a plataforma ganha novos recursos que devem ser refinados até sua liberação final, prevista para o segundo semestre.

Confira algumas das mudanças percebidas pelo site Ars Technica na nova atualização do Android:

publicidade

Revogação automática de permissões

Quem nunca baixou um aplicativo para realizar uma tarefa e nunca mais precisou dele, mas o deixou instalado no celular porque esqueceu? Isso pode ter algumas implicações graves de privacidade, permitindo que o app continue coletando informações mesmo sem oferecer nenhum benefício ao usuário.

A nova versão do Android pensa em solucionar este problema com a opção de revogar automaticamente as permissões de apps que estejam inativos há muito tempo. O sistema conta com uma chave que quando ativada, fará a checagem de quando foi a última vez que o app foi utilizado e, após alguns meses sem uso, todas as permissões serão anuladas.

 

publicidade

Reprodução

Chega de notificações fixas

O Android conta há alguns anos com notificações fixas, que o usuário não pode simplesmente dispensar. Elas estão lá para informar que alguma ação importante está acontecendo em segundo plano, como é o caso da navegação do Google Maps, da reprodução de áudio em aplicativos de streaming e tantas outras funções.

No entanto, com o Android 11, o Google parece querer dar ao usuário a opção de dispensar essas notificações fixas, se ele desejar. Com a nova versão, elas podem ser descartadas do painel como se fossem um aviso de uma mensagem que você recebeu no WhatsApp, mesmo que sejam cruciais para alertar sobre um serviço em segundo plano.

No lugar, o Google implementou uma área nova no painel de notificações chamada “Aplicativos ativos em segundo plano”, que ainda não está pronta, mas já mostra seu objetivo: “esconder” os avisos permanentes em uma área na qual eles não incomodem o usuário imediatamente se ele não quiser ser incomodado.

Reprodução

Nova interface de apps recentes

Quem usa o Android 10 já deve ter percebido que, quando se abre a interface de aplicativos abertos recentemente, há uma barra de sugestão com ícones de aplicativos e a barra de buscas no Google. No Android 11, no entanto, isso mudou com a atualização mais recente.

No lugar das sugestões de aplicativos, o Android passa a mostrar apenas dois botões: um que faz uma captura da tela e outro de compartilhar, que fazem basicamente a mesma coisa. O primeiro salva a imagem no armazenamento do celular, enquanto o segundo também faz o print do aplicativo, mas imediatamente abre a interface de compartilhamento para repassar a imagem para outra pessoa.

É provável que o Google tenha percebido que poucos utilizam a função de acesso rápido aos aplicativos sugeridos por meio dessa interface e tenha optado por algo mais fácil. Para quem não é familiar com os mecanismos de captura mais tradicionais (segurar o botão de energia e de volume ao mesmo tempo), essa opção pode ser fácil e útil para obtenção de suporte, por exemplo.

Reprodução