EnglishPortugueseSpanish

Falsa cura mata centenas no Irã

Redação 28 de abril de 2020
publicidade

Uma crença de que o metanol pode matar o vírus causador da covid-19 causou centenas de mortes e o envenenamento de milhares de pessoas no Irã. O metanol é um tipo de álcool altamente tóxico.

Segundo Hossein Hassanian, conselheiro do Ministério da Saúde Iraniano, mais de 700 pessoas já morreram por envenenamento: 200 delas em casa e o restante em hospitais. Além disso, mais de 5 mil pessoas foram envenenadas e podem ter sequelas que incluem cegueira e danos cerebrais.

publicidade

A origem da crença é uma mistura de fake news com a recomendação do uso de álcool em gel para desinfetar as mãos. Além de acreditarem que um professor britânico se curou da covid-19 bebendo uísque com mel, muitos entenderam que ingerir álcool concentrado pudesse matar o vírus e impedir a contaminação.