Astrônomos norte-americanos detectaram um terceiro exoplaneta ao redor da estrela Kepler-88, localizada a 1.200 anos-luz da Terra. Kepler-88 “d”, como é chamado, tem uma órbita elíptica e leva quatro anos para completar uma volta ao redor de sua estrela. Mas o que chama a atenção é o seu tamanho: ele tem massa três vezes maior do que Júpiter, o maior planeta do sistema solar.

Isso é equivalente a 900 vezes a massa de nosso planeta, ou seis vezes a massa de Saturno. O sistema tem outros dois planetas que são “nanicos” perto da nova descoberta: Kepler-88 “b” é menor do que Netuno, enquanto Kepler-88 “c” é mais comparável a Júpiter. Kepler-88 “d” é tão grande que influencia o tempo que seus “irmãos menores” levam para completar uma órbita ao redor de sua estrela.

publicidade

A descoberta foi feita analisando seis anos de observações com o instrumento High-Resolution Echelle Spectrometer conectado ao telescópio Keck I no topo do vulcão Mauna Kea, no Havaí, parte do Observatório W. M. Keck.

Cientistas acreditam que em nosso sistema solar Júpiter é o responsável pelo cinturão de asteroides entre ele e Marte, pelo tamanho de Marte e até por direcionar para a Terra cometas que teriam trazido água para o nosso planeta. Agora, eles estudarão como Kepler-88 “d” afeta seu sistema solar.

Fonte: CNN