Emissões de carbono colocam origem da Lua em dúvida

Uma das principais teorias para explicar a formação da Lua é que, 4,5 bilhões de anos atrás, uma proto-Terra se chocou com outro planeta, o Theia. Os destroços do impacto foram ejetados para o espaço e formaram um anel ao redor do nosso planeta. Com o tempo, ele se tornou a Lua.

Essa teoria explicaria porque ela é pobre em elementos químicos voláteis, como o carbono. Eles teriam sido vaporizados pelo impacto, que teria produzido temperaturas entre 3.700 e 5.700 graus Celsius.

Observações feitas pela espaçonave japonesa Kaguya colocam essa teoria em dúvida. A espaçonave orbitou a Lua entre 2007 e 2009, e observou a emissão constante de íons de carbono em quase toda a superfície Lunar.

Esta post foi modificado pela última vez em 7 de maio de 2020 23:12

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Acsa Gomes