EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Desde que a pandemia do novo coronavírus se espalhou pelo mundo, diversas empresas têm trabalhado para encontrar testes mais rápidos e eficazes para detectar a doença.

Agora, a Sherlock Biosciences recebeu uma Autorização de Uso de Emergência da U.S. Food and Drug Administration (FDA) para um teste rápido que utiliza a tecnologia de edição de genes CRISPR. Esta é a primeira vez que a FDA libera o uso da ferramenta que, apesar do enorme potencial, possui questões éticas por trás.

publicidade

Reprodução

O teste aprovado usa uma molécula CRISPR para detectar a assinatura genética do vírus. Se encontrar, uma enzima é ativada e libera um sinal detectável. O kit foi projetado para uso em laboratórios autorizados a realizar testes de alta complexidade e, embora seja considerado rápido, não foi revelado quanto tempo leva para processar os resultados.

A empresa afirmou que pretende aumentar a produção e que vai compartilhar os planos de distribuição do kit nas próximas semanas. A Sherlock também trabalha em um teste portátil, semelhante aos testes de gravidez, para detectar a Covid-19.

Via: Engadget

publicidade