EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A instituição Medical Detection Dogs está testando uma nova forma de identificar infectados com Covid-19 para poder isolá-los: usando cães farejadores.

Os cachorros já são capazes de encontrar pacientes de outras doenças, como certos tipos de câncer, malária e Parkinson. Os primeiros testes são feitos no Reino Unido e contam com o apoio e financiamento do governo. Lord Bethell, ministro da Inovação, afirmou que espera “resultados rápidos” como parte da estratégia do governo.

publicidade

Reprodução

Cão labrador em treinamento. Foto: DHSC/Divulgação

Usando cães das raças labrador e cocker spaniel, os pesquisadores esperam conseguir detectar o vírus antes que o paciente apresente os sintomas. Se o plano der certo, os animais poderão rastrear até 250 pessoas por hora. O treinamento dos seis animais escolhidos deve levar de seis a oito semanas, segundo a instituição.

Se os testes tiverem resultados positivos, o governo vai decidir onde os cães vão ser colocados. Os pontos de entrada do país, como aeroportos, são os locais com maior probabilidade de receber os animais. Centros de testes também têm grandes chances de ser escolhidos.

publicidade

Via: BBC