EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Está tudo pronto. Nesta quarta-feira (27), às 17h33 (horário de Brasília), os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley decolam a bordo da cápsula Crew Dragon, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) – o primeiro voo espacial partindo de solo norte-americano desde 2011. Só um obstáculo pode frustrar a missão Demo-2: o mau tempo.

Nos últimos dias choveu bastante na região onde fica o Centro Espacial Kennedy, na Flórida – com direito a um arco-íris entre as nuvens baixas e esparsas da manhã desta terça-feira (26). Mas os analistas da Base Aérea de Patrick ainda previam uma chance de 40% de o tempo forçar um adiamento do lançamento do foguete da SpaceX.

publicidade

As condições climáticas em Cabo Canaveral podem não ser o único fator para um cancelamento. Meteorologistas têm que acompanhar o tempo em toda a costa leste, onde a cápsula Crew Dragon pode ter que pousar no caso de emergência. Além disso, raios também pode forçar um adiamento, de acordo com as complexas regras da Nasa.

Lançamentos são proibidos se a nave espacial voar dentro de um raio de 10 milhas náuticas (18,5 quilômetros) de nuvens de tempestade que possam gerar uma descarga elétrica. Foguetes, quando atravessam essas nuvens, podem causar um raio. Já aconteceu durante a missão Apollo 12, quando o foguete Saturn V foi atingido duas vezes. Danos foram causados a alguns componentes não essenciais, mas a tripulação ainda conseguiu completar sua viagem à Lua.

Bob Behnken (à direita) e Douglas Hurley andam pelo Centro Espacial Kennedy, na Flórida, enquanto se preparam para serem transportados para o Complexo de Lançamento 39A durante um ensaio completo antes do lançamento. Imagem: Nasa/Kim Shiflett

publicidade

“Queremos que as pessoas se sintam à vontade para dizer ‘não’ e não sofram nenhuma pressão para lançamento”, disse o administrador da Nasa, Jim Bridenstine, que conta que mandou uma mensagem para os astronautas na segunda-feira e lhes disse: “se vocês quiserem que eu pare por qualquer motivo, digam”.

No complexo de lançamento, as equipes da SpaceX continuaram sua preparação para a decolagem. Nesta terça, o foguete Falcon 9 foi colocado na horizontal para a realização de verificações adicionais antes do voo.

O sistema de apoio no solo também passou por um check-up, incluindo uma inspeção na alimentação do radiador de água gelada que mantém o Crew Dragon refrigerado. Esses procedimentos não afetam o sistema de voo ou a data de lançamento prevista, e o foguete está programado para retornar à vertical ainda na noite da terça.

Via: Washington Post/Nasa