EnglishPortugueseSpanish

Um cálculo realizado pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), órgão da Organização Mundial de Saúde (OMS), indica que o Brasil terá 88.300 mortes por Covid-19 até o dia 4 de agosto. Carissa Etienne, diretora da Opas, informou a previsão em coletiva nesta terça-feira (26).

Etienne disse que “não há dúvidas” de que a América é o novo epicentro da pandemia do novo coronavírus, e chamou a atenção para os EUA e o Brasil, países que vem registrando os maiores números diários de mortes e novos casos da doença.

publicidade

Marcos Espinal, diretor do Programa de Doenas Transmissíveis da Opas, afirmou que o órgão está bem preocupado com a situação do Brasil. O médico observou que Chile e Peru registram uma taxa de incidência por habitantes maior que a brasileira, mas destacou que o aumento da testagem no Brasil é urgente nesse momento.

Reprodução

Imagem: iStock

“O Brasil precisa aumentar o número de testes. Atualmente, são cerca de três mil por milhão de habitantes. Em um país tão grande, de cidades povoadas como Rio de Janeiro e São Paulo, é de importância vital implementar medidas de mitigação, como aumentar os testes e tentar manter o distanciamento social. A situação não vai melhorar na próxima semana. Ainda há um longo caminho a percorrer”, afirmou Espina.

O número de mortes por Covid-19 no Brasil é de 23.522; o país ainda registra 376.699 casos confirmados.

 

Via: Estadão