A Associação Pediátrica do Japão emitiu um alerta para pais e responsáveis sobre o perigo das máscaras de proteção para crianças com menos de dois anos de idade. De acordo com os médicos, a proteção – necessária em tempos de pandemia – pode dificultar a respiração e aumentar o risco de asfixia em bebês.

O apelo foi feito em meio ao debate sobre a reabertura do país após a crise do novo coronavírus. O primeiro-ministro Shinzo Abe suspendeu o estado de emergência para Tóquio e outras quatro áreas na segunda-feira (25), depois que o número de infecções caiu em todo o Japão.

publicidade

O uso de máscaras de proteção é uma recomendação de especialistas em saúde em todo o mundo, tanto para diminuir a propagação do vírus quanto para evitar um novo surto. Mas a Associação Pediátrica do Japão alertou os pais que as máscaras de pano são muito arriscadas para bebês.

“As máscaras podem dificultar a respiração porque os bebês têm passagens aéreas estreitas”, o que aumenta a carga no coração, explicaram os médicos, acrescentando que as máscaras também aumentam o risco de insolação. “Vamos interromper o uso de máscaras para crianças menores de 2 anos”, aconselhou a associação em seu site.

publicidade

A recomendação também foi feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e pela Academia Americana de Pediatria.

Via: Reuters

publicidade