EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Elon Musk, CEO da SpaceX e da Tesla, está tendo uma semana histórica. Além do possível lançamento do primeiro voo tripulado à Estação Espacial Internacional por sua agência espacial, a Tesla atingiu a primeira meta de rendimento financeiro estabelecida em contrato de 2018 com o empresário, o que pode render a Musk até US$ 774 milhões, cerca de R$ 4,1 bilhões.

Como parte de seu contrato com a montadora de veículos elétricos, o empresário não recebe um salário mensalmente. A sua remuneração depende de diversas metas financeiras estabelecidas e que lhe dão o direito a receber mais 1,69 milhões de ações da empresa sempre que uma delas for atingida.

publicidade

Musk possui 18,5% da empresa, sendo o maior acionista individual. Na noite da última quinta-feira (28), a Tesla divulgou um comunicado enviado à Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC) destacando que o primeiro objetivo foi cumprido.

Reprodução

Remuneração de Musk depende de diversas metas financeiras estabelecidas /Foto: Reprodução

“Na data deste documento, uma das etapas importantes relativas à receita de US$ 20 bilhões e uma capitalização em bolsa de US$ 100 bilhões foi alcançado e certificado pelo conselho administrativo”, escreveu. Por conta disso, Musk pode adquirir as 1,69 milhões de ações pelo preço de US$ 350,02 cada.

publicidade

Esse valor é definido pelo mínimo atingido pelas ações nos últimos cinco anos. Se o empresário decidir vendê-las imediatamente, poderá fazer pelo preço de fechamento da quinta-feira, cerca de US$ 805,81 em Wall Street. Dessa forma, Elon Musk receberia US$ 774,84 milhões.

Via: Fox Business