A CES 2020 foi o último grande evento de tecnologia pré-pandemia. A feira foi realizada no começo de janeiro nos Estados Unidos quando o mundo recebia os primeiros relatos de uma nova doença que se espalhava pela China. A Mobile World Congress, marcada para menos de dois meses depois, acabou sendo cancelada quando o coronavírus já preocupava especialistas em saúde do mundo inteiro.

Agora os organizadores da CES planejam o que será do evento em 2021. E, de acordo com um anúncio feito nesta quarta-feira (3), a feira está mantida para janeiro de 2021 em Las Vegas e com presença de público.

publicidade

No entanto, nem tudo será igual a 2020. A CES 2021 adotará uma série de medidas de prevenção para conter possíveis contaminações do público.

Entre as medidas está a limpeza e higienização constante dos espaços do evento; postos de higienização espalhados pela feira; áreas mais abertas para incentivar o distanciamento social; palestras e keynotes ocorrerão em ambientes com cadeiras distantes para evitar a proximidade entre os visitantes; uso de máscaras e proibição de aperto de mão; adoção de sistemas de pagamento sem contato; entre outras coisas.

IFA em Berlim

O outro grande evento de tecnologia do mundo – a IFA – manteve seu calendário de 2020 com a realização de uma edição em Berlim em setembro. No entanto, as medidas adotadas foram diferentes das anunciadas pela CES.

A IFA 2020 será menor em tamanho e com restrições bem rígidas: com quatro espaços limitados a mil visitantes por dia, a feira também planeja não só reduzir o público geral como também empregar menos funcionários que podem ficar expostos a doenças.

Via: TechCrunch