O Brasil está entre os países selecionados pela Universidade de Oxford para participar dos testes de eficácia da vacina desenvolvida por lá contra a covid-19. O estudo tem o apoio do Ministério da Saúde e será conduzido pela Universidade Federal de São Paulo ainda neste mês. Dois mil voluntários de São Paulo e do Rio de Janeiro participarão dos testes.

A vacina da universidade inglesa é a primeira a entrar na fase três de testes clínicos. A fórmula pode trazer lições importantes sobre a natureza do novo coronavírus e sobre a resposta do sistema imunológico para os cientistas que buscam uma alternativa de tratamento.

publicidade